quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Como o consumo de carne adoece o planeta?

O aquecimento global é um fenômeno que tem alterado nas últimas décadas o equilíbrio das funções naturais do planeta Terra. Ele é considerado a maior ameaça à manutenção e sobrevivência da espécie humana e de muitos outros seres do planeta.

É consenso que as atividades humanas, desde o século XIX, são as maiores responsáveis pela alteração dessas funções, e uma das maiores, senão a maior, é a produção e consumo de animais.

A alimentação humana mudou consideravelmente nas últimas gerações. Consumimos cada vez mais proteínas de origem animal, o volume da produção desses alimentos nunca foi tão grande e, a cada dia, mais e mais pessoas no mundo passam a ter em sua dieta mais e mais alimentos de origem animal.

Apesar do decréscimo, ou estagnação, em países europeus e norte-americanos, e inclusive no Brasil, o consumo de carne está associado à renda per capita. A partir do momento em que as populações mais pobres elevam sua renda, passam a adquirir hábitos alimentares e de consumo diferentes. Essa é a grande razão do aumento no consumo de animais.

Só no Brasil o número de cabeças de gado é superior à sua população, são quase 170 milhões de brasileiros contra quase 200 milhões só de bovinos (IBGE,2000).

Por isso, estudos recentes da ONU e FAO (Órgão das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) demonstram que a alimentação humana atual é uma das maiores formas de degradação e poluição ambiental existentes. Todo o processo de produção e consumo de carne, peixe, frangos, ovos, leite, porcos etc. destinados à alimentação humana são responsáveis por:

-Produção de grande parte dos gases que provocam o efeito estufa
-Desmatamento de florestas originais e perda da Biodiversidade
-Contaminação de rios, lagos, lençóis d´água, aqüíferos e mares
-Contaminação do solo
-Exaustão e esgotamento das fontes naturais de água potável
-Diminuição da capacidade nutricional de alimentos vegetais
-Aumento da concentração de renda e conseqüente aumento da pobreza
-Geração e manutenção de inúmeras doenças

Como?

Todo animal produz excrementos e/ou gases que emitem substâncias que provocam o efeito estufa. O efeito estufa impede que o calor produzido tanto pelas atividades humanas quanto pela energia solar, atravesse as camadas mais altas da atmosfera e se disperse no espaço, permanecendo nas camadas mais baixas e aquecendo o planeta.

Segundo a FAO, a criação desses animais é responsável pela emissão de 18% dos gases do efeito estufa, número superior ao emitido pelo setor de transportes. São cerca de 37% das emissões globais de metano e 65% de óxido nitroso, gases com efeito dezenas de vezes superior que o gás carbônico.

Saiba mais clicando aqui

Um comentário:

Eliane Carmanim lima disse...

Oi , fiz questão de fazer o comentário neste post aqui mais antigo para dizer que adorei o blog como um todo.Está no meu blog como dica de blog. Parabéns e obrigada por este trabalho dedicado.
Eliane